jusbrasil.com.br
17 de Agosto de 2017
    Adicione tópicos

    Comissões de Direito Internacional e Arbitragem da Seccional realizaram palestras na última segunda (22)

    OAB - Seccional Distrito Federal
    ano passado

    Brasília, 23/8/2016 – A OAB do Distrito Federal realizou, por intermédio das comissões de Relações Internacionais e Arbitragem da Seccional, duas importantes palestras na noite da última segunda-feira (22). O evento da Comissão de Relações Internacionais, presidida pela advogada Clarita Maia, contou com o palestrante Públio Madruga, Mestre em Gerenciamento Político, que abordou a “Defesa de interesses em Washington”.

    Públio Madruga é o fundador do Instituto de Estudos em Relações Governamentais e Políticas Públicas (EERPP). Em meio ao público presente, estudantes, advogados e interessados da comunidade internacional estiveram na Seccional. Promovido pela Comissão de Relações Internacionais em parceria com o Instituto EERPP, a palestra também contou com apoio da Caixa de Assistência dos Advogados do Distrito Federal.

    A Comissão de Arbitragem da OAB/DF, presidida por Asdrubal Nascimento Lima, no mesmo dia, também promoveu evento. A palestra “Arbitragem na Administração Pública”, foi ministrada por Selma Ferreira Lemes, mestre e doutora pela universidade de São Paulo, e teve objetivo esclarecer à advocacia sobre novas práticas advindas com o novo Código de Processo Civil, vigente desde março de 2016.

    A palestrante integrou a comissão relatora da lei de arbitragem e é autora do livro “Arbitragem na Administração Pública, Fundamentos Jurídicos e Eficiência Econômica”. O evento foi realizado na Associação Comercial, localizada no Setor Comercial Sul, e contou com apoio da Associação Comercial do DF, da Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE) e da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB).

    Comunicação Social – Jornalismo
    Foto: Valter Zica
    OAB/DF

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)